2# Space Guide

Postado por: || Marcadores:
Nos últimos capítulos de Space Guide, Bills é teletransportado para uma nave alienígena e encontra dois pôneis meio humanos que salvaram-o.
Mas ele também descobriu que os mesmos, também são muito medrosos, fugiram da nave sem ao menos ajudar Bonnort e Bills. O quê será que vai acontecer com eles?

















-FECHE OS OLHOS, BILLS! - Falou Bonnort, logo fechei os olhos e senti minha pele queimar.. Não pera, estava queimando mesmo! A nave estava pegando fogo... Rosa?

Peraí, para você que não está entendendo. Eu e Bonnort fomos teletransportados para uma nave alienígena para fujir de um planeta que foi atacado por criaturas.. hum.. estranhas!
E agora, descubro que essas criaturas são muito medrosas, e nos abandonaram no meio de uma "luta", na verdade não uma luta, pois estávamos parados, apanhando feio.

Quando eu fechei os olhos, não aconteceu nada. Que ótimo! Passou 1 segundo, e lá estava eu, felizmente inteiro. Vou falar com o Bonnort, que estava com uma cara super cansada.

- ... - Falei. -

Não pera.. Eu não falei nada! Como assim eu não consigo falar?
Verifico se meu bico está no lugar, e adivinha? Nada de bico. Ótimo, não tem o que melhorar nesse momento. E para não deixar um vazio, meu corpo de pinguim estava em chamas! Sim, aquelas chamas rosas que estava na nave, estava em mim.

Fiz o mais óbvio, me debati, pulei, e corri de um lado pro outro. Mas parece que os alienígenas pensam que isso é uma dança, todos começaram a rir. Até agora não descobri o motivo, até agora.. Então no momento auge do fogo-rosa-e-constrangedor, chega uma criatura anormal, e começa a me imitar e fazer sons.
Isso é para tirar sarro de minha cara-sem-bico, né? Só porquê eu estava pegando fogo e me debatendo.

Cheguei no Bonnort, ainda com fogo no corpo e super cansado, e para piorar, com uma criatura me seguindo dançando. Logo em seguida meu bico se teletransportou e voou na minha cara. Coisa que me fez cair e colocar fogo no chão.

- Onde estamos? E por que essa criatura está me seguindo e me imitando? - Perguntei. -

- Ah, estamos em uma industria, melhor falando, uma industria criadora de planetas. E essa Anplotis é sua parceira. Você estava fazendo o ritual de acasalamento da espécie dela.

- RITUAL DE ACASALAMENTO? - Gritei, acho que alto demais.. -

- Sim. - Ele respondeu. -

Logo após meu-grito-desnecessariamente-alto, uma moça de 12 patas de polvo, chegou onde estávamos e nos mandou embora.
Droga! Será que pode ficar pior..? Já estou perdendo a cabeça!
Bom, pelo menos o Bonnort tem um plano, eu acho..

- Bãnnerton, qual o plano? - Perguntei. -

- É Bonnort! E não temos um plano. - Ele me corrigiu. -

- COMO ASSIM? - Gritei. -

- Sim, não temos um plano, na verdade o plano é salvar a terra.

- Ah, ótimo plano. - Falei. -

- Claro, vamos ao restaurante.

- Como? - Resmunguei. -

- A pé! - Ele falou. - Fica só à 300 anos luz daqui.

- Vamos então, não vai demorar nem um segundo. - Revirei os olhos. -

Você deve achar estranho estarmos andando pelo universo, eu também. Mas parece que existe algo chamado: "A incrível esteira invisível". Cujo sua unica função é te rodar, rodar e rodar mais ainda. Até você vomitar seu portal até onde quer ir. Não gostei da ideia, mas tiver que realiza-la.
Bom, não vou contar detalhes, pois é um tanto.. hum.. Nojento. Mas imagine você vomitar um "liquido gasoso" cheio de estrelas e planetas dentro dele. E imagine depois você pular desse liquido, e aparecer em um restaurante. Bom, foi isso que aconteceu.

Agora imagine você do nada aparecer em outro local sem ao menos saber como foi parar lá. É isso que acontece.

Logo que cheguei na cadeira, uma moça de grandes tentáculos foi me atender, mas confesso que fiquei com nojo. Nada contra quem tem tentáculos, é claro.

- O que vocês querem? Baleia do universo, ou peixe estelar?

- Hã.. Peixe estelar por favor. - Falei. -

Passou um tempo, e a moça trouxe um peixe que brilha, com o corpo parecendo a de um universo. Mas da barriga dele saiam vários tentáculos. Pow, nesse restaurante tudo tem tentáculos?

Tentei comer, e foi pior do que eu imaginava..

Continua....